Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo
FacebookTwitter1YoutubeInsta

IFSP busca aproximação com prefeituras e setor produtivo local

O reitor Eduardo Antonio Modena, o pró-reitor de Administração, Silmário Batista dos Santos, e o assessor do gabinete Newton Lima se reuniram, no último dia 5 de julho, com o secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, Álvaro Prata, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. 

A conversa teve por objetivo conhecer as linhas de financiamento disponíveis pelo ministério para a instalação de incubadoras de empresas e também saber sobre o andamento da Lei n.º 13.243/2016, conhecida como Novo Marco Legal da Ciência, Tecnologia e Inovação. Newton Lima, Eduardo Modena e Álvaro Prata (da esquerda para a direita) durante reunião no último dia 5 de julho

Publicado no Diário Oficial da União em 12 de janeiro de 2016, o marco legal possui cinco vetos, os quais continuam sendo discutidos, uma vez que outras leis são impactadas a partir do marco. Há uma grande expectativa em relação a essa discussão, pois a lei permite a aproximação entre as universidades públicas e as empresas privadas, ou seja, quem produz conhecimento e quem precisa dele.

Sobre as linhas de financiamento, “o secretário informou que os programas existentes estão inativos no momento devido às restrições orçamentárias e não há previsão para abertura de editais de financiamento”, apontou Newton Lima. 

A visita do IFSP ao ministério visa a buscar subsídios para a execução do Programa de Cooperação Institucional com Municípios. A iniciativa do IFSP vai ao encontro das atividades previstas na lei de criação dos institutos federais (Lei n.º 11.892/2008), como a de realizar pesquisas aplicadas, estimulando o desenvolvimento de soluções técnicas e tecnológicas, estendendo seus benefícios à comunidade, e a de promover a produção, o desenvolvimento e a transferência de tecnologias sociais, notadamente as voltadas à preservação do meio ambiente. 

Newton Lima explica que, na próxima etapa, os trabalhos do programa de cooperação consistirão em reunir (nos municípios onde estão instalados os câmpus do IFSP) os prefeitos, os diretores-gerais dos câmpus e as entidades que representam o setor produtivo local. “Pedimos para que os prefeitos agendem uma reunião com o setor produtivo para que os diretores-gerais apresentem o IFSP e as competências da Instituição para oferta de soluções tecnológicas e também conheçam as demandas do setor produtivo, das prefeituras e da sociedade em geral”, explica o assessor. 

Prefeitos de doze cidades já receberam representantes do Instituto Federal de São Paulo e se comprometeram a trabalhar como ponte entre a Instituição e a sociedade. As cidades visitadas foram: Araraquara, Birigui, Campos do Jordão, Catanduva, Cubatão, Hortolândia, Jacareí, Matão, São Carlos, São João da Boa Vista, São Roque e Sorocaba. Na próxima segunda-feira, dia 10, a equipe do IFSP se reunirá com o prefeito de São José dos Campos. No próximo dia 19, o Instituto Federal participa de uma reunião  por intermédio do diretor-geral do Câmpus Registro, Walter Augusto Varella, e do prefeito de Registro, Gilson Fantin  do Consórcio de Desenvolvimento Integrado do Vale do Ribeira, que reúne os administradores de 38 cidades da região. Após essa etapa, os prefeitos passarão a agendar as reuniões com o setor produtivo para apresentação do IFSP. 

Apesar do momento econômico e político desfavorável, Newton Lima destaca os esforços da Instituição para promover a aproximação com o setor produtivo e social e a oferta de soluções tecnológicas que beneficiem a sociedade paulista. “Estamos em um momento inicial desse processo, construindo a operacionalidade com a qual o IFSP irá trabalhar.”  

 

 

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo
Rua Pedro Vicente, 625 - Canindé - São Paulo - SP - Brasil - Cep: 01109-010

Movido à Joomla!