Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

ptenfrites
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

IFSP registra dois softwares no INPI

Softwares já estão em processo de transferência de tecnologia

  • Publicado: Terça, 23 de Junho de 2020, 15h12
  • Última atualização em Quarta, 01 de Julho de 2020, 10h18

Neste mês de junho, a Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia do IFSP (Inova) fez o registro de dois softwares no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), aumentando o portfólio de propriedade intelectual do IFSP. Os softwares são o Gateway ACL to Modbus TCP; e o ITS: sistema de transporte inteligente para monitoramento de tráfego e disseminação de eventos. 

Gateway ACL to Modbus TCP 

Desenvolvido pelo aluno Rodrigo Aristóteles, do mestrado em Automação e Controle de Processos, e pelo professor Tarcísio Fernandes Leão, do Câmpus São Paulo, trata-se de um software de integração em automação industrial (chamado de gateway).  Este tipo de software é fundamental no atual contexto da indústria 4.0, pois viabiliza a conectividade em plantas industriais existentes.

O custo da modernização das operações industriais pode ser significativamente reduzido com iniciativas como essa. O software foi desenvolvido para a integração de um robô manipulador a uma estação de trabalho.

O professor Tarcísio Leão dá um exemplo prático para ilustrar o funcionamento do software que, segundo ele, converte a "linguagem" ACL em Modbus.

“Imagine que você tem um celular Android e um celular iOS. O que um ‘processa’ o outro não entende. Por isso, um aplicativo de Android não ‘roda’ em iPhone. Na indústria acontece isso o tempo todo. Cada fabricante cria sua própria base. No entanto, um celular Android pode ligar para um iPhone porque o protocolo de telefonia é o mesmo. Então, dentro deles há um conversor para esse protocolo. O que fizemos foi fazer um tradutor para o robô poder conversar com a rede industrial”, contou.

Tarcísio disse ainda que o IFSP está em tratativas para a transferência da tecnologia para o Senai.

ITS:  sistema de transporte inteligente para monitoramento de tráfego e disseminação de eventos 

Sistema desenvolvido por alunos do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas do Câmpus Catanduva sob a supervisão dos professores Douglas Dias Lieira, Marco Antônio Colombo da Silva, Luiz Hideo Vasconcelos Nakamura e Rodolfo Ipolito Meneguette, que permite o cadastramento, controle e monitoramento de rotas interditadas. Através de um usuário cadastrador, é possível a inserção de rotas interditadas, ativação das interdições e visualização das rotas pelos outros usuários. Desta forma, o software busca otimizar o tráfego de veículos nas vias, reduzindo o congestionamento, o tempo que o usuário fica parado no trânsito e outras consequências causadas pelo congestionamento, como a emissão de CO2.

Para Rodolfo Meneguette, um dos diferenciais do software em relação aos serviços como Google Maps e Waze é a redução do tempo que as equipes de preparação e resposta a emergência gastam para atender a uma ocorrência, permitindo que o SAMU e os bombeiros cheguem de forma mais rápida ao local. 

O software já está em processo de formalização da transferência de tecnologia e está sendo utilizado pela Prefeitura de Catanduva, conforme notícia do portal do município:  http://www.catanduva.sp.gov.br/2020/01/20/aplicativo-alerta-interdicoes-no-transito-a-orgaos-de-emergencia/

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página