Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

ptenfrites
Página inicial > Scientific and Technological Meetings - anote, inscreva-se e participe > Últimas notícias > Docente do IFSP é embaixador do Congresso Mundial de Biomateriais 
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Docente do IFSP é embaixador do Congresso Mundial de Biomateriais 

Diego Correa representa o Brasil ao lado de pesquisadores de outros 15 países

  • Publicado: Terça, 15 de Dezembro de 2020, 14h23
  • Última atualização em Quarta, 16 de Dezembro de 2020, 09h22

Líder do Grupo de Pesquisa em Materiais Metálicos Avançados do IFSP, Diego Rafael Nespeque Correa, professor de Física e de Eletricidade do Câmpus Sorocaba, foi eleito embaixador do Congresso Mundial de Biomateriais, que acontece até esta terça, dia 15. 

Diego (de preto) durante visita técnica com alunos de cursos técnicos até o centro de pesquisa, onde visitaram a nova linha de luz Sírius. De amarelo, o pesquisador Marin Van Heel, um dos criadores da técnica de crio-microscopia eletrônica, ganhador do prêmio Willey de Ciências Biomédicas de 2017 e um dos indicados ao prêmio Nobel de Química 2017

 

 

 

 

O congresso World Biomaterials Congress (WBC) é realizado a cada quatro anos por um comitê científico composto pela União Internacional das Sociedades específicas da área (International Union of Societies for Biomaterials Science and Engineering - IUBSE), agregando os principais pesquisadores na área de Biomateriais no mundo. 

Diego foi eleito como proeminente jovem pesquisador para divulgar o Brasil no evento por meio da Sociedade Latino Americana de Biomateriais, Engenharia de Tecidos e Órgãos Artificiais (SLABO). “Fique muito feliz pela indicação da sociedade que atuo ativamente como membro há anos”, revela.

Desde 2018, Diego Correa lidera o Grupo de Pesquisa em Materiais Metálicos Avançados no Câmpus Sorocaba, onde são desenvolvidas pesquisas envolvendo especialmente biomateriais metálicos para uso como implantes odontológicos e ortopédicos, além de dispositivos de fixação óssea e instrumentos cirúrgicos. 

O professor explica que os alunos têm participado ativamente das pesquisas por meio de bolsas de diferentes agências de fomento, como PIBIFSP e PIBIC. O grupo de pesquisa é composto por uma rede de pesquisadores do IFSP com especialidade na área: Raul Araújo (Câmpus Barretos), Marcos Silva (Câmpus Araraquara), Fábio Vicente (Câmpus Itaquaquecetuba) e José Roberto Martins Jr (Câmpus Tupã). Nos últimos anos, o grupo tem conseguido apoio para pesquisa da Pró-reitoria de Pesquisa do IFSP, da FAPESP e do CNPq para o desenvolvimento das atividades de pesquisa, possibilitando a publicação constante de descobertas científicas dos pesquisadores.

Diego palestra durante o Workshop de Biomateriais, Engenharia de Tecidos e Órgãos Artificiais 2019

 

O pesquisador considera gratificante a seleção como embaixador do evento mundial. “Demonstra o reconhecimento e a importância do trabalho científico desenvolvido pelos membros e alunos de nosso grupo de pesquisa”, afirma. 

Ao lado de Diego e outros cinco pesquisadores brasileiros, foram selecionados embaixadores da Argentina, Austrália, Bélgica, Canadá, China, Alemanha, Índia, Itália, Japão, Coreia, Nepal, Nova Zelândia, Taiwan, Holanda,  e Estados Unidos. Segundo o docente, todos os pesquisadores são provenientes das principais universidades do mundo, dedicadas especialmente para o desenvolvimento de pesquisas na área de Biomateriais. “Assim, a minha indicação pelo comitê organizador ressalta a qualidade e impacto das pesquisas científicas realizadas dentro do IFSP. Para mim, o mais importante é a inclusão e atuação dos alunos em todo este processo, que podem ter contato com pesquisas de ponta desde o Ensino Médio dentro da Instituição”, finaliza.

Apresentação no congresso

Durante todo o congresso mundial, realizado de maneira virtual (em razão da pandemia provocada pela Covid-19), entre 11 e 15 de dezembro, Diego está apresentando o trabalho intitulado "Surface features of thermally oxidized Ti-15Zr-Mo alloys for potential use as biomedical implants" na forma de pôster virtual. O trabalho teve a colaboração dos Laboratórios de Plasmas Tecnológicos e de Anelasticidade e Biomateriais da Unesp, do Instituto de Biomateriais, Tribocorrosão e Nanomedicina (IBTN - Br), do Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) do Centro de Pesquisa em Materiais e Energia (CNPEM) e do professor Takao Hanawa do Institute of Biomaterials and Bioengineering da Tokyo Medical and Dental University (Japão).

registrado em:
Fim do conteúdo da página