Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Meu câmpus tem: Cenários Inovadores nos cursos de Design de Interiores
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Meu câmpus tem: Cenários Inovadores nos cursos de Design de Interiores

O projeto “Cenários inovadores nos processos de ensino e aprendizagem nos cursos de Design de Interiores do IFSP” é uma iniciativa do Câmpus Jacareí contemplada duas vezes pelos editais da pró-reitoria de Ensino, que dão apoio técnico e financeiro a projetos que possam contribuir significativamente para o desenvolvimento de práticas pedagógicas e currículos inovadores nos câmpus do Instituto.

  • Publicado: Sexta, 09 de Agosto de 2019, 13h35

O projeto trabalha a ambiguidade do termo "cenários". Diz respeito a cenários de aprendizagem, com inovação nos métodos e instrumentos utilizados, com foco numa abordagem significativa da aprendizagem, com metodologias ativas e criativas, recursos e mídias digitais; também está relacionado, porém, a cenários como espaços físicos de aprendizagem, ou seja, os espaços de aula, as salas e laboratórios com novos arranjos projetuais e de layout, de modo a possibilitar o uso da criatividade.

Coordenado pela professora Rosana Sbruzzi, o projeto envolve alunos do segundo e do terceiro semestres do curso técnico em Design de Interiores, e os alunos do primeiro semestre do curso superior de Tecnologia em Design de Interiores, todos do Câmpus Jacareí — a ideia é de que a médio prazo todos os alunos dos dois cursos estejam envolvidos. Atualmente conta com dois bolsistas: José Alan Rodrigues (curso técnico) e Raíssa Borges (curso superior). 

Segundo Rosana, o projeto inova tanto em métodos de ensino e aprendizagem quanto no uso diferenciado dos espaços do câmpus. No que diz respeito a metodologias criativas, Rosana ressalta que uma atividade tem sido muito eficiente no processo de ensino-aprendizagem: trata-se de um exercício com caixa de papelão, realizado em várias etapas, com a finalidade de promover percepção dos espaços como objeto do design.

Quanto ao uso de espaços diferenciados, hoje um dos principais focos do projeto é a transformação de cenários para que promovam o aprendizado do Design. Tem-se dedicado bastante tempo no pensamento e desenvolvimento de propostas que abracem novas metodologias em espaços disponíveis no câmpus. (ver vídeo).

Como parte do projeto, os participantes têm buscado entender a presença de dinâmicas alternativas de ensino por meio de estudos de caso sobre a Escola da Ponte (Portugal) e sobre o Projeto Âncora (Cotia). Além disso, desenvolveram pesquisa de satisfação e de aprendizagem sobre as atividades desenvolvidas nos últimos dois semestres, com o objetivo de ajudar no processo de inserção de metodologias na reformulação do currículo dos cursos.

Pensando na prática profissional, Rosana acredita que o projeto contribui muito para uma formação mais significativa e, sobretudo, criativa do aluno, preparando-o para o mercado de trabalho a partir de contextos reais da profissão, trabalhados nos componentes curriculares de modo integrado. “Ao fim do curso, os alunos terão vivenciado na escola contextos, problemas e desafios do mundo do trabalho na área de design de interiores”, diz.

Como enviar um vídeo?

Os alunos interessados em contribuir com o programa podem enviar seus próprios vídeos com duração de, no máximo, um minuto e meio, que devem ser gravados com uma filmadora ou a câmera do celular. Quando se usa o celular, a gravação deve ser feita com o aparelho na horizontal, usando a câmera traseira ou frontal (modo selfie). Os vídeos gravados com enquadramento vertical não poderão ser considerados. 
As pessoas que irão apresentar o projeto devem estar bem próximas à câmera, para que fiquem audíveis. Procure lugares mais reservados, sem a interferência de sons externos (vento, som do evento, barulhos do ambiente). Ilumine bem a cena, grave a favor da luz. Não utilize o zoom digital, pois prejudica a qualidade do vídeo.

Após gravar o vídeo, faça o upload do material bruto (sem a inserção de legendas, trilha sonora e imagens sobrepostas) e de arquivos (fotos ou outras informações) referentes ao projeto na nuvem e envie o link com as informações do projeto, nome completo, curso e câmpus para o e-mail .

Para o upload do vídeo, você pode escolher a armazenagem da sua preferência. Indicamos, como sugestão, o SendSpace (https://www.sendspace.com), o Dropbox (https://www.dropbox.com/pt_BR/) e o Google Drive (https://drive.google.com).

Lembre-se de que o material deve ser enviado sem edição.

Em caso de dúvidas, contate a Assessoria de Comunicação pelo e-mail  .

registrado em:
Fim do conteúdo da página