Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Inova IFSP realiza segundo encontro
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Inova IFSP realiza segundo encontro

O II Encontro Inova IFSP aconteceu na terça (27), no Câmpus São Paulo. O objetivo foi dar início à capacitação dos câmpus para a prospecção de projetos de pesquisa e inovação junto a instituições públicas e privadas.

  • Publicado: Quarta, 28 de Agosto de 2019, 13h21

O evento se concentrou em fazer um diagnóstico estratégico tendo em vista a realização de pesquisas aplicadas pelo IFSP. Segundo o diretor no Núcleo de Inovações Técnológicas (NIT) do Instituto, Adalton Ozaki, esse diagnóstico permitirá o mapeamento das competências de cada câmpus. “Assim, havendo uma demanda, nós poderemos articular os câmpus com os pesquisadores e equipamentos necessários para o desenvolvimento de um projeto.” Participaram do encontro coordenadores de Pesquisa e Inovação e servidores designados pelos câmpus.

Após o diagnóstico, a próxima etapa será capacitar Agentes de Prospecção de Projetos de Inovação (APIs), que serão a ponte de conexão com o setor produtivo no que diz respeito a projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D). A capacitação tratará da prospecção, abordagem e fechamento de um acordo de P&D.

Presente no encontro, o professor Alexandre Ataíde Carniato, do Câmpus Presidente Epitácio, disse que a iniciativa da Inova agregou muitos conhecimentos e o deixou ainda mais entusiasmado para prospectar alguns projetos que já estão na fase de tratativas com uma empresa parceira. Segundo ele, os projetos são na área de eficiência energética e, se concretizados, trarão muita visibilidade para o Instituto na região, e um ganho muito grande em termos de pesquisa aplicada.

Para Adalton, a aproximação com o arranjo produtivo é extremamente importante por diversos motivos. Entre eles está o cumprimento da lei de criação dos IFs, que prevê a realização de extensão tecnológica, pesquisa aplicada, e incentivo ao empreendedorismo, associativismo e cooperativismo. “Desenvolver os arranjos produtivos locais é extremamente importante para que haja desenvolvimento local e regional, com geração de empregos de qualidade”, explica.

Além disso, Adalton ressalta que todos os projetos desenvolvidos pelo IFSP junto com outras instituições devem envolver alunos. “A participação destes estudantes em projetos práticos aumenta sua motivação e os torna muito mais preparados para o mercado de trabalho.”

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página