Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Curso de Arquitetura do IFSP é o mais bem avaliado do Brasil
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Curso de Arquitetura do IFSP é o mais bem avaliado do Brasil

Arquitetura (São Paulo) e Engenharia Civil (Votuporanga) receberam nota 5 no Enade 

  • Publicado: Quarta, 21 de Outubro de 2020, 12h40
  • Última atualização em Terça, 03 de Novembro de 2020, 13h56

Os cursos de Arquitetura e Urbanismo do Câmpus São Paulo e de Engenharia Civil do Câmpus Votuporanga conquistaram nota 5 no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019. Os resultados foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta terça-feira, 20. 

Nesta edição do exame, foram avaliados cursos de bacharelado em engenharia, arquitetura e urbanismo, ciências agrárias, ciências da saúde e áreas afins, além dos cursos tecnológicos nas áreas de ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e de segurança. 

Além dos citados, foram avaliados os seguintes cursos do IFSP: Engenharia de Controle e Automação (nota 3), Engenharia Civil (nota 4), Engenharia de Produção (nota 4) e Engenharia Elétrica (nota 4) do Câmpus São Paulo; Tecnologia em Agronegócios (nota 3) do Câmpus Avaré; Engenharia Mecânica (nota 3) do Câmpus Piracicaba; Engenharia de Controle e Automação (nota 3) do Câmpus São João da Boa Vista; Tecnologia em Gestão Ambiental (nota 4) do Câmpus São Roque; Engenharia Mecânica (nota 3) do Câmpus Sertãozinho. 

Arquitetura e Urbanismo

O curso de Arquitetura e Urbanismo do Câmpus São Paulo foi durante anos, desde sua criação, em 2014, o curso mais concorrido do Sistema de Seleção Unificada, o Sisu, por meio do qual as instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para participantes do Enem. Em 2014, foram 312,55 candidatos inscritos por vaga, a maior concorrência do País, que se confirmou nos anos seguintes, chegando a 380 candidatos por vaga em 2016 (último ano em que os dados foram disponibilizados). 

Laboratórios de construção civil

 

O  coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo do IFSP, Alexandre Kenchian, acredita que essa concorrência é um dos fatores que fazem do curso o mais bem avaliado dentre todos os cursos de Arquitetura e Urbanismo do Brasil. “Além da USP, somos o único curso de Arquitetura gratuito em São Paulo, o que faz com que a concorrência para o ingresso seja alta. Dessa forma, nossos alunos são sempre muito interessados e participativos, têm muita vontade de aprender e crescer”, avalia. 

Por outro lado, os 14 docentes do curso, todos doutores ou doutorandos, se dedicam para atender às demandas dos alunos. “Como todos atuam ou já atuaram no mercado de trabalho, eles trazem para a sala de aula uma visão atualizada e a experiência da prática”, destaca Alexandre. “Além disso, os professores trazem a versatilidade de outras áreas da Construção Civil”, uma vez que o Câmpus São Paulo oferta também os cursos de Engenharia Civil e o Técnico em Edificações. 

Os 211 alunos que cursam Arquitetura atualmente trocam experiência com estudantes de outras áreas da construção civil em diversos espaços, entre eles nos laboratórios de Computação Gráfica, Maquetaria e Modelagem, Topografia, Desenho Ambiental e Segurança do Trabalho, Prática de Canteiro Experimental, Instalações Elétricas e Hidráulicas, Estruturas, Tecnologia, Construção Seca, Materiais de Construção Civil - concreto e solos, de Informática e na sala de Desenho e Ateliês de Projeto. 

No IFSP, os estudantes têm a oportunidade de conhecer e trabalhar com problemas reais da sociedade por meio de visitas técnicas, palestras e projetos de extensão. Um deles é o projeto Ático - Assessoria Técnica de Interesse a Comunidades Organizadas, realizado em caráter permanente. Por meio desse projeto, os alunos bolsistas oferecem assessoria técnica a entidades, fundações, associações e organizações não governamentais, “de modo a divulgar a importância do ambiente construído e a sua influência no bem-estar e na qualidade de vida”, explica Alexandre. Entre os projetos desenvolvidos está a revitalização da Praça Kantuta, situada em frente ao Câmpus São Paulo do IFSP, no bairro Canindé.

Por meio do Acordo de Cooperação Internacional com a Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa (FA UL), dois alunos realizam intercâmbio na instituição portuguesa a cada ano, desde 2018. “Temos como meta a formação de um profissional dinâmico, atento às inovações do mercado de trabalho e formador de opinião, na busca do conhecimento e aperfeiçoamento de novas tecnologias” finaliza o coordenador do curso. 

Além de ter sido o curso de Arquitetura e Urbanismo mais bem avaliado do Brasil, a graduação do IFSP teve a 24ª melhor nota entre os 8.368 cursos avaliados pelo Enade em 2019.

Engenharia Civil - Câmpus Votuporanga

Criado em 2014, o curso de Engenharia  Civil do Câmpus Votuporanga conta hoje com 218 alunos. Para a coordenadora Mara Regina Pagliuso Rodrigues, a boa avaliação do curso no Enade é reflexo da dedicação de toda a comunidade do câmpus: docentes, alunos, e técnicos administrativos de todas as áreas. “Não poderia ser diferente, trabalhamos em conjunto. É muito amor pelo IFSP, pela equipe, pelos alunos”, comemora. O curso possui a maior nota (5) atribuída pela avaliação do Ministério da Educação.

 

Professora Mara (ao meio) com alunas durante visita técnica

Mara aponta que a formação dos docentes, bem como o empenho de levar aos alunos as últimas inovações do mercado de trabalho, fazem toda a diferença. “Os professores preparam aulas teóricas incríveis e, nos laboratórios, os alunos realizam muitas atividades práticas com técnicos qualificados. Eles também realizam iniciação científica, participam de projetos de extensão, de pesquisa e de ensino com bolsa, de intercâmbios e de todas as atividades que contribuem para a formação deles”, explica Mara, que revela que dois de seus alunos já partiram para intercâmbio em Portugal. 

Em Votuporanga, existe também a preocupação de oferecer aos estudantes uma sólida formação básica, estimulando a autonomia intelectual e a consciência de suas responsabilidades no âmbito econômico, ambiental, social, político e cultural. Já por meio da formação generalista, crítica e reflexiva, os graduandos desenvolvem um olhar sensível buscando sempre a qualidade, a segurança, a funcionalidade e a economia, visando o bem-estar, a proteção ambiental e o desenvolvimento da sociedade.

O IFSP é uma das poucas instituições de ensino na região a oferecer o curso de Engenharia Civil gratuito, o que faz com que a procura pela graduação seja alta. No último processo seletivo, 507 candidatos se inscreveram para concorrer a 40 vagas. 

Sobre o Enade 

O Enade, componente curricular obrigatório dos cursos de graduação, é constituído por um Questionário do Estudante e uma prova para avaliação de desempenho dos estudantes, composta por itens de formação geral, comuns aos cursos de todas as áreas, e de componente específico. 

A prova do Enade é composto de 40 questões, sendo 10 de formação geral (que aferem aspectos da formação profissional) e 30 de componente específico (com perguntas específicas sobre o curso no qual o aluno está se formando). Esse teste permite que o MEC produza dois indicadores de qualidade: o Conceito Enade e o Indicador de Diferença entre os Desempenhos Esperado e Observado (IDD). 

Esses indicadores subsidiam políticas públicas e processos de supervisão e regulação da educação superior.

Acesse os resultados do Enade aqui.

registrado em:
Fim do conteúdo da página