Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Câmpus Campinas do IFSP inicia atividades em Campo Grande no segundo semestre
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Câmpus Campinas do IFSP inicia atividades em Campo Grande no segundo semestre

  • Publicado: Segunda, 20 de Maio de 2019, 12h04
  • Última atualização em Terça, 21 de Maio de 2019, 08h40

Em reunião realizada no último dia 17, o reitor Eduardo Antonio Modena e o diretor-geral do Câmpus Campinas, Eberval Oliveira Castro, definiram o início das atividades no novo prédio do Câmpus Campinas, no bairro de Campo Grande, já no segundo semestre de 2019.

A entrega definitiva do prédio foi realizada no dia 2 de maio. A obra contou com o investimento de R$ 16.495.096,72 milhões. São 7 mil m² de área total com capacidade para atender aproximadamente 1.300 alunos.

Nesse primeiro momento serão recebidos na nova sede do câmpus os alunos dos cursos Técnicos em Informática e em Eletroeletrônica, ambos na modalidade concomitante e subsequente ao ensino médio, e também os discentes da pós-graduação em Educação para Inserção Social, totalizando 110 estudantes.

A mudança definitiva de todos os cursos deve ocorrer em 2020. A ocupação gradual do câmpus se dará devido a necessidade de investimentos que permitam o desenvolvimento das atividades educacionais. No fim de abril, o Ministério da Educação anunciou o contingenciamento de 30% do orçamento dos Institutos Federais, forçando o IFSP a buscar alternativas para viabilizar o início das atividades em Campo Grande.

Mesmo com as restrições orçamentárias, a Reitoria do IFSP tem se esforçado para destinar recursos para essa importante ação em Campinas. De acordo com estudo apresentado pelo câmpus, para que as atividades sejam iniciadas ainda neste ano, é necessário o investimento de 750 mil reais para aquisições e custeio, incluindo a montagem de duas salas de aula, três laboratórios, uma biblioteca e um refeitório, contratação de serviços de limpeza, vigilância, manutenção, pagamento de contas de água, energia, telefonia, etc.

O reitor sinalizou positivamente para a liberação dos R$ 750 mil necessários para o início das atividades no local. “Os investimentos adicionais para o funcionamento pleno da unidade serão apresentados à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) ligada ao MEC”, informou.

Eberval Oliveira Castro destaca que o início das atividades do Câmpus Campinas em Campo Grande “é uma importante vitória para a região e para o IFSP como um todo. Levar a Educação para onde se mais precisa é a nossa missão. Com este aporte de recursos da reitoria será possível iniciarmos as atividades educacionais ainda este ano"

 

Estrutura

A nova sede do Câmpus Campinas fica na Avenida Heitor Lacerda Guedes, nº 1.000, no bairro Cidade Satélite Íris, região do Campo Grande, e conta com área total de 7 mil m². O investimento para a construção do prédio foi de R$ 16.495.096,72 milhões. O câmpus conta com dez salas de aula, oito laboratórios de Informática, seis laboratórios de Indústria, um laboratório de Ciências, uma biblioteca, sete salas administrativas e um refeitório.

A ocupação plena da unidade demanda investimentos em aquisições da ordem de R$ 2,7 milhões para que todos os ambientes sejam equipados, além do custeio anual estimado em 1,2 milhão, incluindo pagamento de contas básicas (como água, telefone e luz) e serviços terceirizados (como limpeza, vigilância e manutenção).

No total, usufruirão das novas estruturas 1.292 alunos dos cursos:

- Técnicos em Eletrônica integrado ao ensino médio;

- Técnico em Informática integrado ao ensino médio;

- Técnico em Eletroeletrônica integrado ao ensino médio;

- Técnicos em Informática concomitante e subsequente ao ensino médio;

- Técnico em Eletroeletrônica concomitante e subsequente ao ensino médio;

- Técnico em Desenvolvimento de Sistemas concomitante e subsequente ao ensino médio;

- Pós-graduação em Educação para Inserção Social;

- Pós-graduação em Tecnologias da Informação e Comunicação aplicadas ao ensino de Ciências;

- Proeja Técnico em Telecomunicações;

- Licenciatura em Pedagogia (modalidade Ensino a Distância).

Renato Archer

Desde o início das suas atividades, em julho de 2013, o Câmpus Campinas do IFSP funciona dentro do Centro de Tecnologia da Informação – CTI Renato Archer, graças a uma parceria entre o Ministério da Educação e o então Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Três cursos do IFSP continuarão funcionando dentro do CTI Renato Archer, são eles: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia em Eletrônica Industrial e Especialização em Microeletrônica. O desenvolvimento desses cursos no local facilita a integração com setores acadêmicos, de pesquisa e desenvolvimento, e de produção industrial.

registrado em:
Fim do conteúdo da página