Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > O que é? > Últimas notícias > Meu câmpus tem: Ecoturismo e Trilha Astronômica na Brasital
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Meu câmpus tem: Ecoturismo e Trilha Astronômica na Brasital

Projeto do Câmpus São Roque incentiva a preservação do patrimônio histórico e natural do Centro Educacional, Cultural e Turístico Brasital

  • Publicado: Quarta, 11 de Março de 2020, 15h43
  • Última atualização em Quinta, 12 de Março de 2020, 18h33
  • Acessos: 648

O projeto “Ecoturismo na Brasital: uma experiência histórico-cultural e ambiental em São Roque” é desenvolvido no câmpus local do IFSP desde 2015. Coordenada pelo professor Rogério de Souza Silva (Sociologia), com apoio dos professores André Mangetti Grub (Física), Karina Arruda Cruz (Linguagem) e Rafael Fabricio de Oliveira (Geografia), a iniciativa interdisciplinar visa aprimorar a formação dos estudantes dos cursos de do IFSP por meio da realização de ecoturismo no Centro Educacional, Cultural e Turístico Brasital (CECT Brasital), tradicional ponto histórico, cultural e ambiental da cidade de São Roque.

Entre os objetivos do projeto também estão a preservação do meio ambiente, a partir de pequenas intervenções na Brasital, antiga fábrica criada em 1890, além do desenvolvimento de práticas de Educação Ambiental (por meio de visitas monitoradas) e colocação de placas relatando a história do local e nomeando as espécies de árvores do espaço. Dessa forma, a iniciativa busca conscientizar os frequentadores para a preservação do patrimônio histórico, cultural e natural do CECT Brasital.

De acordo com o professor Rogério, as atividades foram iniciadas com uma pesquisa sobre a história da antiga fábrica e como esse espaço se transformou em Centro Cultural (em 1989). A última atividade, realizada no ano passado, foi uma pesquisa sobre o sistema solar e a composição de placas sobre essa temática.

Em parceira com a prefeitura do município, foi inaugurada, no final do ano passado, uma Trilha Astronômica formada por 11 placas que mostram o sistema solar. O visitante poderá seguir o roteiro e conhecer algumas caraterísticas do sol e dos planetas Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.

Confira o vídeo com a apresentação do projeto:

 

 Como enviar um vídeo?

Os alunos interessados em contribuir com o programa podem enviar seus próprios vídeos com duração de, no máximo, um minuto e meio, que devem ser gravados com uma filmadora ou a câmera do celular. Quando se usa o celular, a gravação deve ser feita com o aparelho na horizontal, usando a câmera traseira ou frontal (modo selfie). Os vídeos gravados com enquadramento vertical não poderão ser considerados.
As pessoas que irão apresentar o projeto devem estar bem próximas à câmera, para que fiquem audíveis. Procure lugares mais reservados, sem a interferência de sons externos (vento, som do evento, barulhos do ambiente). Ilumine bem a cena, grave a favor da luz. Não utilize o zoom digital, pois prejudica a qualidade do vídeo.

Após gravar o vídeo, faça o upload do material bruto (sem a inserção de legendas, trilha sonora e imagens sobrepostas) e de arquivos (fotos ou outras informações) referentes ao projeto na nuvem e envie o link com as informações do projeto, nome completo, curso e câmpus para o e-mail .

Para o upload do vídeo, você pode escolher a armazenagem da sua preferência. Indicamos, como sugestão, o SendSpace (https://www.sendspace.com), o Dropbox (https://www.dropbox.com/pt_BR/) e o Google Drive (https://drive.google.com).

Lembre-se de que o material deve ser enviado sem edição.

Em caso de dúvidas, contate a Assessoria de Comunicação pelo e-mail  .

registrado em:
Fim do conteúdo da página