Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

IFSP terá Especialização Técnica em Energia Solar Fotovoltaica

Curso será o primeiro da Rede Federal. Evento de lançamento ocorre no dia 03 de março, no Câmpus Boituva.

  • Publicado: Quinta, 27 de Fevereiro de 2020, 16h30
  • Última atualização em Terça, 07 de Abril de 2020, 09h54

O IFSP realizará, no próximo dia 03 de março, no auditório do Câmpus Boituva, o lançamento da Especialização Técnica em Energia Solar Fotovoltaica, curso pioneiro na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. O evento terá início a partir das 14h e contará com uma mesa redonda sobre segurança em instalações fotovoltaicas.

Devido à quantidade limitada de lugares no auditório, as pessoas interessadas em participar do lançamento devem fazer sua inscrição por meio do formulário eletrônico que pode ser acessado aqui. No link também é possível conferir a programação completa do evento.

A Especialização em Energia Solar Fotovoltaica terá uma carga horária total de 240 horas. As aulas ocorrerão de forma presencial, no Câmpus Boituva, e serão ministradas as terças e quintas, no horário da manhã. Para a primeira turma, serão ofertadas 30 vagas. As inscrições acontecem a partir do dia 03 de março e as aulas tem início previsto para o dia 17 do mesmo mês.

O curso foi desenvolvido juntamente com o Grupo de Trabalho para ações de Formação Profissional em Energias Renováveis e Eficiência Energética do IFSP, Energif, dentro de um acordo de cooperação com a empresa alemã GIZ, o qual propiciou a capacitação de docentes do Câmpus Boituva na área de Sistemas Fotovoltaicos. O professor Mário Pin, coordenador da especialização, contou que ela foi criada para atender uma crescente demanda do mercado. “Com o crescimento exponencial das instalações de sistemas fotovoltaicos nos últimos anos, as empresas do setor enfrentam dificuldade em contratar mão de obra especializada, tanto para projeto quanto para execução dessas instalações”. Segundo ele, o objetivo é oferecer conhecimento específico para profissionais que já possuam certificado de técnico em áreas relacionadas e que pretendam atuar em projetos, operação e manutenção e instalação de sistemas fotovoltaicos.

O professor Felipe Almeida, diretor geral do Câmpus Boituva, lembrou que o mundo do trabalho precisa cada vez mais de profissionais altamente capacitados e formar Especialistas Técnicos em Energia Solar Fotovoltaica é atender essa demanda, por meio de uma formação profissional que contará com professores qualificados e oferecerá aos alunos o acesso ao ensino de qualidade e gratuito. “O Câmpus Boituva é o primeiro da Rede Federal a oferecer esse curso e possui infraestrutura laboratorial e equipamentos didáticos de alto nível, que estão à disposição dos alunos para um aprendizado com as competências que o setor fotovoltaico necessita”. Segundo ele, o apoio da reitoria, da Setec, da empresa GIZ e da CPFL foram fundamentais na estruturação dos laboratórios e implantação do curso.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página