Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Alunos do IFSP são finalistas do prêmio Respostas para o Amanhã

Uma equipe de alunos do Câmpus Campinas está entre as 10 finalistas do Prêmio Respostas para o Amanhã, uma iniciativa de abrangência nacional, promovida pela empresa Samsung.

  • Publicado: Quarta, 07 de Outubro de 2020, 19h06
  • Última atualização em Sexta, 09 de Outubro de 2020, 12h26

A premiação busca estimular e divulgar projetos de investigação e experimentação científica e/ou tecnológica desenvolvidos por estudantes do ensino médio de escolas públicas. O resultado da segunda fase foi divulgado nesta quarta (7). A terceira e última fase selecionará os três melhores projetos, no dia 19 de novembro.

A equipe de finalistas do IFSP é composta pelos estudantes Camila dos Santos Oliveira, Monyque Karoline de Paula Silva, Noah Serrati Moreno, Endriely Peres Fernandes e Vinícius dos Santos Ribeiro, todos do 3º ano do curso Técnico em Eletrônica Integrado ao ensino médio do Câmpus Campinas. Os orientadores são os professores Edson Anício Duarte, João Alexandre Bortoloti e Daltamir Justino Mais.

Da esquerda para a direita: Endrielly, Monyque, Noah, Vinicius e Camila

 

O grupo desenvolve o projeto “STEAM na prática: água tratada para todos”, que consiste em um sistema para deixar a água de cisternas potável e adequada para o consumo humano. De acordo com a estudante Camila dos Santos, o projeto está em desenvolvimento há três meses. Segundo ela, a ideia surgiu com a participação da equipe na FBJC (Feira Brasileira de Jovens Cientistas), onde eles participaram de uma maratona de inovação. “Com o final da feira resolvemos levar o projeto adiante, pois acreditamos no potencial de poder ajudar várias pessoas”, contou.

A proposta inicial do projeto é realizar o tratamento diário de 200 litros de água utilizando processo térmico. De acordo com a equipe, este volume de água corresponde à necessidade de uma escola rural do estado de Sergipe que comporta cem pessoas, entre servidores e alunos, a qual foi utilizada como estudo de caso.

                                                                                                                                                 Desenho do protótipo

O aluno Noah Serrati explicou que a escolha da escola para a aplicação do trabalho também se deu durante a maratona de inovação da FBJC. O projeto, focado no semiárido brasileiro, deveria ser desenvolvido em escolas, hospitais ou indústrias, e o grupo escolheu as redes de ensino. “A partir disso, começamos uma pesquisa sobre as instituições do semiárido, onde nos deparamos com uma política pública de instalação de cisternas de água: 94% das escolas da zona rural de Sergipe tinham recebido as cisternas, e resolvemos focar o estudo de caso lá”, contou.

Nesta última fase da premiação, os alunos precisam finalizar o protótipo do sistema de tratamento de água. O professor Edson Duarte contou que este tem sido um ano de muitos desafios e aprendizados, principalmente para desenvolver os projetos integradores de forma remota. No entanto, revela que os resultados têm sido muito bons e afirma que a escolha do trabalho dos alunos como finalistas do prêmio Respostas para o Amanhã demonstra que o nível de excelência dos projetos tem sido mantido.

Confira o vídeo gravado pela equipe sobre o projeto “STEAM na prática, água para todos”:

 O prêmio funciona assim: as equipes, de três a cinco participantes, devem desenvolver projetos que enfatizem a investigação científica e o pensamento crítico para diagnosticar demandas reais e apresentar respostas que melhorem a qualidade de vida das pessoas. Os projetos devem ser orientados por professores que lecionam disciplinas das áreas das Ciências da Natureza e da Matemática e suas Tecnologias.

A premiação está em sua 7ª edição e aposta na abordagem STEM — sigla em inglês para Science, Technology, Engineering and Mathematics (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) — como inspiração para despertar o interesse dos estudantes por essas áreas do conhecimento. O intuito é contribuir para a formação desses jovens, de modo que as carreiras científicas e tecnológicas sejam um de seus possíveis projetos de vida.

Para mais detalhes sobre o “Respostas para o Amanhã”, acesse: https://respostasparaoamanha.com.br.

 Leia também:

Projetos do IFSP são semifinalistas em premiação nacional

registrado em:
Fim do conteúdo da página