Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Centro de Referência São Miguel Paulista passa a ser câmpus avançado

Ministro da Educação se compromete em dobrar a capacidade de atendimento da unidade, que passará de 20 para 40 professores e poderá receber o dobro de alunos.

  • Publicado: Terça, 19 de Junho de 2018, 19h24
  • Última atualização em Quarta, 20 de Junho de 2018, 09h42

O Ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, e o reitor do IFSP, Eduardo Antonio Modena, assinaram, nesta segunda-feira, 18 de junho, a portaria que transforma o Centro de Referência São Miguel Paulista em câmpus avançado do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo. Algumas autoridades participaram da solenidade, como a senadora Marta Suplicy (MDB-SP), o deputado Paulo Texeira (PT-SP) e o Secretário-Adjunto da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, Daniel de Bonis. Também estiveram presentes os pró-reitores de Administração e de Extensão do IFSP, Silmário Batista dos Santos e Wilson de Andrade Matos. 

Antes do início da solenidade, o diretor-geral do Centro de Referência São Miguel Paulista, Luís Fernando de Freitas Camargo, entregou ao ministro uma reivindicação de todos os servidores para que a unidade receba o status de câmpus pleno, para que possa oferecer, também, cursos de graduação e, assim, atender à demanda da região da zona leste de São Paulo. O titular do MEC afirmou que buscará atender à comunidade, e se comprometeu a, de imediato, dobrar a capacidade de atendimento do agora câmpus avançado.

“Não podemos ter um espaço público como este, qualificado, com espaço sobrando, enquanto há jovens precisando de oportunidades, então nosso compromisso é colocar como câmpus avançado, mas com 40 professores lotados aqui, para dobrarmos a capacidade de atendimento efetivo. Tecnicamente vamos buscar meios, junto ao Ministério do Planejamento, para que se torne câmpus pleno, mas vamos abrir uma exceção para que já funcione com a capacidade de um câmpus maior”, afirmou o ministro Rossieli. 

De acordo com o reitor do IFSP, Eduardo Modena, será feito um estudo no banco de códigos de vagas para saber quais os cargos de técnico e professor de que o instituto dispõe, para assim poder fazer a ampliação do quadro de funcionários do Câmpus São Miguel Paulista, que passará a contar com 40 professores e 26 técnicos administrativos. Ainda segundo o reitor, os últimos concursos para professor e técnico serão homologados ainda este mês, para que os candidatos aprovados possam ajudar a suprir essa necessidade. 

O Centro de Referência São Miguel Paulista iniciou suas atividades no segundo semestre de 2016 na Rua Tenente Miguel Délia nº 105, Vila Rosária, ofertando, de acordo com o perfil da população, cursos de Extensão, de Formação Inicial e Continuada (FIC) e outros cursos livres, de modo a propiciar à população avanços na escolarização regular e na qualificação para o mercado de trabalho.

Atualmente, cerca de 600 estudantes frequentam os cursos técnicos integrados ao ensino médio em Produção de Áudio e Vídeo e em Informática para Internet e os cursos livres de Práticas Corporais na Infância; Introdução aos Estudos da Língua Espanhola; Gestão de Qualidade; Almoxarifado; História e Cultura das Populações Negras e Indígenas no Brasil; Introdução ao Marketing Pessoal; Informática na Terceira Idade; Cultura Periférica e Educação; História Oral e Educação; Diálogos Docentes; Preparatório para o Enem; Introdução ao Estudo e Análise Ambiental; Introdução ao Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos e Formação Continuada em Educação Profissional. 

No primeiro semestre de 2019, o Câmpus Avançado São Paulo-São Miguel Paulista passa a oferecer mais dois cursos: o Técnico em Comunicação Audiovisual, por meio do Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (Proeja), e o Técnico em Informática, na modalidade concomitante e subsequente (aqueles que cursam o ensino médio em outra escola ou que já concluíram o ensino médio frequentam o curso Técnico em Informática no IFSP).

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página