Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Programa Mulheres do IFSP: inscrições abertas até 24 de maio

Primeiro Encontro de Formação do Programa foi realizado no mês de abril, no Câmpus Boituva.

  • Publicado: Sexta, 03 de Maio de 2019, 18h33
  • Última atualização em Terça, 07 de Maio de 2019, 11h22

Estão abertas, até o dia 24 de maio, as inscrições para o Programa Mulheres do IFSP. Serão selecionados até dez câmpus para receber fomento destinado à implementação de projetos voltados à formação cidadã e à qualificação profissional de mulheres maiores de 16 anos, em situação de vulnerabilidade social, que apresentem pouca ou nenhuma escolaridade, preferencialmente pertencentes a grupos sociais específicos, que habitam o entorno no qual o câmpus está situado. Cada projeto deverá ser estruturado de forma a atender 25 alunas.

Todas as regras da seleção estão disponíveis no Edital.

 Encontro de Formação do Programa Mulheres do IFSP

O Programa Mulheres do IFSP foi institucionalizado em 2016 e tem como foco a formação profissional de mulheres visando o seu ingresso no Mundo do Trabalho, além de trabalhar e fortalecer temas relacionados à cidadania, autoestima, combate à violência contra a mulher etc. Nos dias 16 e 17 de abril de 2019 a Pró-reitoria de Extensão do IFSP (PRX) realizou, em parceria com o Câmpus Boituva, o 1º Encontro de Formação do Programa Mulheres do IFSP. O evento contou com a participação de aproximadamente 100 pessoas (servidores, ex-bolsistas e alunas egressas do programa).

 O evento teve como objetivo levar as discussões relativas ao Programa Mulheres do IFSP a todos os câmpus, trabalhar com a metodologia de acesso, permanência e êxito, reforçar a importância desse tipo de ação de extensão para o desenvolvimento social e o papel da nossa instituição considerando as diretrizes previstas na lei de criação dos institutos federais.

 De acordo com a pedagoga Elaine Alves, foi primeira que um grupo tão grande de servidores, representando todo o estado, se reuniu no IFSP para discutir as possibilidades de atuação frente às desigualdades e à violência vivenciada por mulheres em São Paulo. Segundo ela, ter servidores capacitados na metodologia do Programa Mulheres do IFSP é de suma relevância para o seu processo de consolidação. A formação teve o objetivo de subsidiar os servidores no processo de submissão de projetos para o Edital nº 2018/19.

 Sobre o Encontro de Formação

O primeiro dia do evento teve mesa de abertura com a presença de Judite Belé (representando a Prefeitura de Boituva), Wilson de Andrade Matos (pró-reitor de Extensão) e Flávio Pontes (diretor geral do Câmpus Boituva). Ambos enfatizaram em suas falas a importância de políticas públicas voltadas ao empoderamento de mulheres, sobretudo daquelas mais vulneráveis e o papel das instituições públicas para a mudança desse contexto.

A Conferência de Abertura, intitulada “Políticas públicas de formação e emancipação de mulheres em situação de vulnerabilidade” foi proferida por Stela Rosa (UFSC), que atuou na Setec/MEC com a implantação do Programa Mulheres Mil na rede federal de educação profissional e tecnológica (convênio Brasil-Canadá).

No período da tarde, houve a apresentação de um Painel de Experiências Exitosas relacionadas aos projetos desenvolvidos no âmbito do Programa Mulheres do IFSP. O painel contou com a participação das servidoras Tamara de Lima (Câmpus Presidente Epitácio); Josilda Belther (Câmpus Araraquara); Gabriela Arduino, Geza Rangel e Maressa de Freitas (Câmpus Avaré) e da ex-aluna Susi Alves (Câmpus Boituva).

Na tarde do dia 16 e manhã do dia 17 o grupo foi dividido para a realização de duas oficinas: Elaboração de Projetos de Extensão, ministrada pela servidora da PRX Luciana Harumi Sakano, e Metodologia Mapa da Vida, ministrada pela servidora Lígia Maciel do IFSul-rio-grandense e por Stela Rosa da UFSC.

No dia 17 também foi realizada a Feira de Economia Solidária organizada pelo câmpus Boituva. Participaram da exposição egressas do Projeto de Qualificação Profissional de Agriculturas Familiares (Edital PRX nº 824) e outros parceiros do câmpus.

Os trabalhos foram finalizados com a realização de uma mesa redonda intitulada “Práticas em economia solidária numa perspectiva feminista” que contou com a participação de Elenice Reis do IFMT e Miriam Nobre, da Sempreviva Organização Feminista (SOF). A PRX considera que finalizar a formação com esse tema foi estratégico, pois um dos pilares do Programa de Formação de Mulheres focaliza a discussão sobre formas de geração de renda junto com as alunas. Muitos projetos acabam não conseguindo levantar soluções práticas para que as alunas atuem profissionalmente ao término do curso. Daí a importância de abordar entre os futuros coordenadores de projetos a relevância da articulação entre a economia solidária e as teorias feministas.

 

 Documentos:

 Edital nº 218/19 - Programa Mulheres do IFSP 

Errata nº 01/19 - Alteração no calendário

registrado em:
Fim do conteúdo da página