Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

IFSP produz álcool 70º para hospitais e comunidade

Servidores e alunos do IFSP recebem álcool anidro e transformam em álcool 70º

  • Publicado: Quarta, 01 de Abril de 2020, 13h19
  • Última atualização em Terça, 07 de Abril de 2020, 09h53
Servidores do IFSP acompanham transporte de álcool anidro

 

O Instituto Federal de São Paulo recebeu, nos últimos dias, a doação de cinco mil litros de álcool anidro, que será transformado em álcool glicerinado 70º e doado a hospitais universitários e à comunidade. A iniciativa da reitoria e da Agência de Inovação (Inova) do IFSP visa à colaboração no combate ao Covid-19, aproveitando a capacidade técnica dos servidores da Instituição.

A doação foi feita pela Usina Clealco Açúcar e Álcool S.A., e o transporte, realizado na segunda e terça-feira, 30 e 31, pela Unipetro até o Câmpus Barretos, onde será feito o processo que resultará no álcool 70º para o público final. Além de Barretos, os câmpus Matão, Suzano, Itapetininga e São Paulo também participam do trabalho de pesquisa, produção, embalagem, rotulagem, controle de qualidade e logística de distribuição do material.

O álcool será finalizado em duas apresentações: líquida e glicerinada. A primeira é utilizada para limpeza de superfícies em hospitais, unidades de saúde, processos de antissepsia da pele e desinfecção de instrumentos, entre outras finalidades. Já a forma glicerinada, similar ao álcool gel, é utilizado para limpeza das mãos. Atualmente, o álcool 70º glicerinado tornou-se escasso no mercado devido à falta de insumos para a sua produção.

A maior parte do material será doado aos hospitais públicos e universitários da UFSCar e Unifesp. Outros 30% restantes serão distribuídos entre os 36 câmpus do IFSP para doação a instituições como prefeituras e órgãos de saúde, além de comunidades carentes do estado de São Paulo. Os alunos do IFSP atendidos pela Assistência Estudantil também receberão o álcool gel, de modo a facilitar a ação profilática entre suas famílias.

Embalagem de álcool gel (5 litros) produzido pelo IFSP

 

O assessor de Orçamento e Finanças, José Roberto da Silva, lembra da importância de cuidar dos profissionais de saúde, que enfrentam a escassez de equipamentos de proteção. “Os hospitais públicos e os profissionais da saúde constituem a principal força de trabalho frente ao coronavírus. Entretanto, muitas vezes não possuem reagentes necessários disponíveis. Cuidar dos cuidadores é fundamental para que possamos barrar o crescimento dessa pandemia, que não só se alastra, mas também se adapta em escala exponencial”, afirma.

A ação é inspirada nas atividades dos Institutos Federais do Ceará, Goiás, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Pará, com o incentivo da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC), que está transferindo recursos para aquisição de insumos para a produção de álcool gel, de acordo com o pró-reitor de Administração, Silmário Batista dos Santos. Ele enaltece ainda a participação voluntária dos servidores em conjunto com alunos que desenvolvem projetos de pesquisa.

Para acelerar as aquisições dos insumos e contribuir no controle da pandemia, a pró-reitoria de Administração (PRA) formou um grupo de trabalho com diretores-adjuntos de Administração dos câmpus São João da Boa Vista, Bragança Paulista, Hortolândia, Sertãozinho, Caraguatatuba e Avaré. A ponte entre os arranjos produtivos locais e os servidores do IFSP foi realizada pela Agência Inova. “Esses estão comprometidos em ajudar, e a sociedade ansiosa por receber ajuda tão necessária neste momento”, destacou o diretor Alexandre Pereira Chahad.

Essa é uma das ações do IFSP no combate ao novo coronavírus. De forma individual, diversos câmpus têm se mobilizado para contribuir localmente com a sociedade no controle dessa pandemia. Outras iniciativas conjuntas estão sendo arquitetadas pela administração do Instituto Federal, comprometido social e cientificamente com o desenvolvimento integral da sociedade, sobretudo neste momento de união de esforços para o controle dessa doença. “Esperamos que estas ações consigam minimizar possíveis danos a nossa população, sempre reforçando que os Institutos Federais, bem como as Universidades Federais, têm contribuído com a sociedade, tanto no Ensino como na Pesquisa e Extensão”, reforça José Roberto.

Atividades no IFSP

A Portaria nº 1.200/2020, suspendeu, a partir de 23 de março de 2020, por tempo indeterminado, as aulas presenciais e de Educação a Distância (EaD) de todos os câmpus do Instituto Federal de São Paulo, exceto os cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) já previstos e ofertados integralmente em EaD e também os cursos de mestrado.

O calendário acadêmico da Instituição encontra-se interrompido. Estudos estão sendo realizados para avaliar a possibilidade de realizar atividades acadêmicas remotas. Mais informações sobre as atividades da pró-reitoria de Ensino podem ser encontradas aqui.

Foi instituído, por meio da Portaria nº 941, de 13 de março de 2020, um comitê de crise relacionado ao Covid-19 para monitorar e avaliar, no âmbito do IFSP, as implicações relacionadas ao vírus. Acompanhe aqui os comunicados institucionais do comitê de crise e de todas as pró-reitorias relacionados ao Covid-19.

Leia também:

Câmpus São João da Boa Vista produz máscaras e protetores faciais para profissionais da saúde
Câmpus Capivari utiliza impressora 3D para produzir máscaras de proteção 
Diário de uma quarentena na Ciência: professores e alunos do IFSP criam ferramenta virtual para partilhar ideias e atividades no período de isolamento

 

 
registrado em:
Fim do conteúdo da página