Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

ptenfrites
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

IFSP publica Protocolo de Biossegurança para atividades presenciais

Trata-se de um instrumento de planejamento para um retorno seguro 

  • Publicado: Sexta, 05 de Março de 2021, 12h19
  • Última atualização em Sexta, 05 de Março de 2021, 15h46

O IFSP publicou nesta quinta-feira (4) um Protocolo de Biossegurança para atividades presenciaisO documento foi elaborado entre dezembro de 2020 e fevereiro de 2021. Para a sua elaboração, foi constituída uma comissão, designada pela Portaria nº 3909, de 10 de outubro de 2020, alterada pela Portaria nº 50, de 05 de janeiro de 2021composta por servidores em atuação nas pró-reitorias e no gabinete, incluindo médico do serviço de saúde, com a tarefa de estudar diferentes protocolos elaborados pelas autoridades sanitárias e instituições científicas envolvidas no combate à pandemia, e estabelecer diretrizes gerais para um protocolo de biossegurança quando do retorno a atividades presenciais.  

Logo em sua apresentação, o documento destaca que a elaboração de um Protocolo de biossegurança para atividades presenciais não está associada a qualquer previsão de data de retorno, o que só deve ocorrer por liberação de autoridades de saúde nacionais, estaduais e municipais e decisão institucional do IFSP. O protocolo deve ser estabelecido previamente para o planejamento adequado para quando for possível o retorno seguro, incluindo previsão de aquisição de insumos por parte dos gestores, seja para o melhor embasamento de quando e onde este retorno não for possível.  

A comissão responsável pela elaboração do documento se orientou por outros protocolos estabelecidos por autoridades sanitárias e no conhecimento dos diferentes espaços e processos do IFSP. Para o espaço das bibliotecas, por exemplo, uma comissão específica, nomeada pela Portaria n° 2030, de 26 de maio de 2020, elaborou diretrizes que foram estudadas e incorporadas ao Protocolo de Biossegurança. Vale ressaltar que o protocolo é uma orientação geral, de modo que se devem considerar as especificidades de cada câmpus e reitoria para elaborar protocolos locais complementares quando necessário.  

O documento é dividido em 7 partes: 1 - Recomendações Gerais, que incluem as recomendações de higiene; 2- Recomendações específicas aos servidores; 3 - Recomendações aos gestores das unidades do IFSP; 4 - Recomendações específicas com relação aos alunos - público do NAPNE; 5 - Recomendações específicas por ambiente; 6 - Ocupação dos espaços; e 7 - Considerações finais.  

Como forma de deixar o trabalho realizado o mais transparente possível, o grupo de trabalho destaca, entre outros pontos, que o protocolo não enseja nenhuma data prevista para retorno de atividades presenciais, sendo instrumento de planejamento para um retorno seguro, quando as condições assim permitirem. O entendimento é que, dada a dinâmica da pandemia e os estudos ainda em curso sobre o novo coronavírus (SARS-CoV-2), mesmo quando houver consenso que atividades presenciais podem ser realizadas, cuidados deverão ser tomados de maneira preventiva 

Além disso, o novo documento não pretende invalidar outros elaborados pelos câmpus. Ao contrário, são diretrizes gerais que devem ser observadas, considerando que especificidades locais devem ser consideradas, podendo demandar documentos complementares. 

Documento:

Protocolo de Biossegurança para atividades presenciais

registrado em:
Fim do conteúdo da página