Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Livros sobre a Rede Federal estão sendo disponibilizados gratuitamente

 As publicações foram organizadas por docentes do Câmpus Osório do IFRS

  • Publicado: Sexta, 08 de Maio de 2020, 09h17

Bibliotecas de todo o país e pessoas interessadas na temática educacional já podem solicitar gratuitamente os livros da coleção ‘Avaliação de Políticas Públicas: inovações da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica’. A obra, composta por cinco exemplares e organizada por professores do Câmpus Osório do Instituto Federal do Rio Grande do Sul das áreas de Administração Pública, Arte, Filosofia e Sociologia, é alusiva aos 10 anos dos Institutos Federais, comemorados em dezembro de 2018. Foi lançada no final de 2019 com uma tiragem de mil exemplares de cada volume.

Os pedidos devem ser feitos por formulário online até 1º de junho ou enquanto durar o estoque. A distribuição é restrita a um exemplar por pessoa e fica a cargo do requisitante o custeio do frete, que é de R$ 12,00 para cada volume ou de R$ 22,00 para a coleção completa.

A coleção traz a debate o processo de implementação e consolidação dos Institutos Federais com uma abordagem inovadora, senão inédita, segundo o professor Márcio Pozzer: “Dialoga com experiências internacionais da educação profissional e tecnológica ao mesmo tempo em que estabelece interfaces com outras políticas educacionais contemporâneas à dos IFs, a saber: o ensino de arte, de filosofia, de história e cultura afro-brasileira e indígena e de sociologia”. O docente responde pela organização dos volumes ao lado dos colegas Estevão Haeser (‘Ensino de Artes’ e ‘Ensino das Relações Étnico-raciais’), Roberta Neuhold (‘Ensino de Sociologia’ e ‘América Latina’) e Sérgio Portella (‘Ensino de Filosofia’).

Resumo sobre uma década de história

Em 2018, os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) e a Rede de Educação Profissional, Científica e Tecnológica completaram dez anos. Criadas por meio da Lei Nº 11.892/2008, essas novas institucionalidades representaram um marco na história da educação profissional brasileira. Além do processo de expansão e interiorização sem precedentes – passando de 140 unidades, em 2005, para 659, em 2018 –, os IFs também ampliaram os objetivos e finalidades das antigas escolas técnicas e centros federais de educação tecnológica (Cefets), aliando a indissociabilidade do ensino, da pesquisa e da extensão ao desenvolvimento regional.

registrado em:
Fim do conteúdo da página