Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Professor do IFSP auxilia na projeção de casos Covid-19 em Sorocaba

Docente utiliza software da área de exatas para simular curvas de casos e óbitos

  • Publicado: Segunda, 06 de Julho de 2020, 15h35
  • Última atualização em Segunda, 06 de Julho de 2020, 19h02

O professor Neilo Trindade, docente da área de Física do Câmpus São Paulo, tem auxiliado voluntariamente a Vigilância Epidemiológica da cidade de Sorocaba a realizar projeções de casos e óbitos provocados pelo novo coronavírus. Por meio do software Originlab, que ele utiliza rotineiramente para tratar dados e fazer gráficos na sua área de pesquisa, a dosimetria, o professor do IFSP tem conseguido prever o comportamento da curva de casos com mais de 95% de acerto.

Apesar de trabalhar em São Paulo, Neilo reside em Sorocaba e tem feito as projeções há cerca de 3 meses. Ele conta de que maneira o seu trabalho auxilia o município na tomada de decisão. “Sorocaba possui quase 700 mil habitantes, então as projeções são importantes para auxiliar a gestão técnica de Saúde quanto ao comportamento da curva de crescimento de casos na cidade, assim como verificar a necessidade da expansão da quantidade de leitos.”

Na imagem abaixo, temos exemplos das projeções que são realizadas periodicamente. A projeção realizada em 5 de junho mostrava que eram esperados 5.300 casos para o dia 30 de junho, e o número real foi de 5.400 casos. Na projeção de óbitos realizada em 15 de junho, eram previstas 129 mortes por Covid-19 para o dia 30, e o número real foi de 125. “Os desvios ficaram abaixo de 5%, mostrando que as projeções são confiáveis”, afirmou Trindade.

O professor do IFSP se disse honrado em poder usar o seu conhecimento para contribuir no enfrentamento à pandemia. Ele contou que não sabe se outros municípios ou órgãos de saúde utilizam o software Originalab para fazer as projeções relacionadas à Covid-19, mas afirmou que o software é muito poderoso no tratamento de dados e de fácil manuseio para simular curvas, necessitando de um treinamento básico para alguém da área de saúde.

Neilo disse ainda que está disponível para auxiliar as autoridades de saúde que tiverem interesse de utilizar o software em seu município. O e-mail de contato do professor é: .

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página